Hospital Regional e São Julião debatem manutenção de convênio para oferta de leitos

Representantes do HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) e do Hospital São Julião se reuniram na quinta-feira (18) para analisar os resultados de convênio firmado em julho de 2023 entre as duas unidades hospitalares, por meio da SES (Secretaria de Estado de Saúde), e debateram a manutenção da parceria.

Na prática, o convênio consiste na oferta de 20 leitos de retaguarda no Hospital São Julião para pacientes do Hospital Regional, em reabilitação.

“São aqueles pacientes críticos que passaram por algum procedimento de alta complexidade aqui em nosso hospital e necessitam de um determinado cuidado posterior. Essa parceria garante uma assistência de excelência ao cidadão e o giro de leitos no Hospital Regional”, destacou a diretora-presidente do HRMS, Marielle Alves Corrêa Esgalha.

Firmado em julho de 2023, o convênio já beneficiou mais de 200 pacientes e a intenção é, além de prorrogar, ampliar a oferta de leitos de retaguarda.

“Esse convênio está chegando ao prazo limite que é julho, então, essa reunião foi para apresentar os resultados, ouvir as duas partes e ver como foram as experiências, além de discutir o interesse de continuidade do serviço”, avalia a superintendente de Gestão do Hospital São Julião, Jessyka Souza Mendes.

Ela ainda complementa que a reunião foi extremamente produtiva. “Vimos que foi um ano de muito sucesso para os dois hospitais. Para o São Julião no aprendizado, com os pacientes dentro do perfil que nos cabe que é a reabilitação, e também para o Hospital Regional que possibilitou uma desospitalização maior, um giro de leito maior. Estamos motivados e dedicados em continuar”.

Também participaram da reunião a coordenadora de Serviços Especializados em Saúde da SES, Alexandra de Souza Castro Harada; o diretor-geral do HRMS, Paulo Eduardo Limberger; a diretora técnica do HRMS, Patrícia Rubini; o diretor técnico do Hospital São Julião, Augusto Afonso de Campos Brasil Filho; a enfermeira responsável pelo setor de regulação do HRMS, Melise de Oliveira Nunes; a assistente social Maria Inêz Nahabedian Ramos (compõe a equipe de Gestão de Alta do HRMS); e Edivania Anacleto Pinheiro Simões, enfermeira que compunha a comitiva do Hospital São Julião.

Joilson Francelino, Comunicação Funsau/HRMS

FonteGoverno MS