Gramado pintado, polêmica sobre clima e chute “abusado” de Pirlo: relembre último Inglaterra x Itália

A decisão da Eurocopa de 2020 será a primeira vez que Inglaterra e Itália vão se enfrentar valendo um título oficial. As Seleções duelam pela final da 16ª edição da Euro neste domingo, às 16h, em Wembley. A Azzurra busca seu segundo título, enquanto os ingleses querem o título inédito.

Em jogos oficiais, esta será só a nona partida entre os rivais na história. O último encontro foi há mais de sete anos, na Copa do Mundo de 2014. A Itália venceu a Inglaterra por 2 a 1, com gols de Marchisio e Balotelli. Sturridge descontou.

andrea pirlo gerrard italia x inglaterra — Foto: Getty Images

andrea pirlo gerrard italia x inglaterra — Foto: Getty Images

O jogo, na Arena da Amazônia, em Manaus, foi marcado por polêmicas a respeito do clima amazônico, de uma suposta pintura no gramado do estádio e, claro, um chute cheio de efeito do meia Andrea Pirlo, aposentado e ex-técnico da Juventus.

Polêmicas a respeito da temperatura

O debate sobre a alta temperatura em Manaus, ao menos em comparação com o clima europeu, repercutiu Brasil afora antes mesmo do sorteio dos grupos. O então técnico inglês, Roy Hodgson, deu fortes declarações sobre o clima. Adotou até um planejamento específico para os termômetros de Manaus – com direto a treinamentos com peças de roupas a mais e pré-temporada em Miami-EUA.

Durante o jogo, a temperatura variou entre 27 e 31 graus. Mesmo assim, jogadores das duas equipes criticaram as condições climáticas. Marchisio, que marcou um dos gols, foi o mais contundente. Ele detonou o forte calor e disse que em determinados momentos teve alucinações.

– O importante era ter um bom começo, principalmente em um dia em que jogar futebol era complicado. Às vezes parecia que o calor dava alucinações – disse, na época.

Torcedor amazonense faz cartaz para responder ingleses sobre calor em Manaus — Foto: João Paulo Maia

Torcedor amazonense faz cartaz para responder ingleses sobre calor em Manaus — Foto: João Paulo Maia

Autor do segundo gol da Itália, o atacante Mario Balotteli também criticara as condições climáticas. O então jogador do Milan chegou a demonstrar certo alívio ao comentar sobre os jogos que aconteceriam em locais teoricamente mais “frios”.

– Em Manaus as condições climáticas são extremas. Em Recife ou em outro lugar não será tão quente assim. Caso contrário, teríamos que fazer paradas técnicas em todos os jogos. O jogo foi difícil pelo calor e porque a Inglaterra é um grande time – concluiu.

FonteGE