Funsat destaca oportunidades a pessoas com deficiência no Mercado de Trabalho

Hoje, 3 de dezembro, é comemorado o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, essa é uma data internacional promovida pelas Nações Unidas desde 1992, com o objetivo de promover uma maior compreensão dos assuntos referentes à deficiência e mobilizar a defesa da dignidade, dos direitos e o bem estar das pessoas.

De acordo com os levantamentos da Funsat (Fundação Social do Trabalho de Campo Grande) os indicadores mostram que em 2017 as vagas oferecidas para pessoas com deficiência foram 165 com 71 colocados, já em 2018 Campo Grande teve um aumento, com 360 vagas e 153 colocados, no ano de 2019 os colocados caíram para 114 com 366 vagas. De janeiro até outubro de 2020, um ano diferente para a economia mundial, já que foi decretada pandemia do novo coronavírus em março, ofertamos 252 vagas e até o momento foram 37 colocados.

Pensando nesse dia de comemorar a inclusão e lembrar da luta dessas pessoas que buscam igualdade social, a Funsat destaca hoje vagas de trabalho para PCD.

Auxiliar administrativo comercial: acompanhar os pedidos de vendas, prestar apoio no desenvolvimento de propostas comerciais, elaborar relatórios sobre tendências de mercado, demandas e concorrentes. Conhecimento e habilidade em informática. Ensino médio completo ou superior cursando. Salário R$ 1.620,00 mais benefícios.

Auxiliar de estoque: carga e descarga de mercadorias, conferencia de mercadorias, abastecimento dos setores e organização do estoque, entregar a mercadoria já paga ao cliente, organização do local de trabalho. Ensino fundamental completo. Salário R$ 1.200,00 mais benefícios

Auxiliar de limpeza (3 vagas), repositor de mercadorias em supermercados (36 vagas).

As vagas para o cargo de Operador de Telemarketing são vagas que prezam pela inclusão de pessoas com deficiências em seu quadro de colaboradores. É necessário ter ensino médio completo ou cursando.

De acordo com os dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), um em cada quatro brasileiros tem algum tipo de deficiência, desde as mais simples até as mais severas. Nesse contexto, o MPT (Ministério Público do Trabalho) atua para garantir o cumprimento da chamada “Cota Legal”, prevista no Art. 93 da Lei nº 8.213/91 (Lei de Cotas).

De 2014 a 2020, o MPT ajuizou 1.068 ações civis públicas, firmou 966 termos de ajuste de conduta e expediu 116.057 ofícios, notificações e requisições para garantir esse direito às pessoas com deficiência.

Em 2016, um levantamento do Ministério do Trabalho demonstrou que, caso as empresas seguissem rigorosamente a Lei, pelo menos 827 mil postos de trabalho estariam disponíveis para pessoas com deficiência. Apesar disso, pouco mais de 360 mil vagas haviam sido criadas naquele ano. No ano seguinte, o crescimento ainda foi baixo e chegou a 403 mil, alcançando a marca de 486 mil em 2018.