Flamengo desembarca por terminal de cargas para evitar torcida, que não comparece ao Galeão

Melancolia. É a palavra que dá o tom do desembarque do Flamengo no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, o Galeão, na manhã deste domingo. O clube programou um esquema especial para a saída do elenco após a derrota para o Palmeiras na final da Libertadores, em Montevidéu. O time deixou o local através do terminal de cargas, sem contato com a imprensa ou com a torcida, que sequer compareceu.

O desembarque inicialmente estava previsto para 5h20 da madrugada deste domingo, mas houve atraso e o grupo só chegou ao Galeão às 6h20. A assessoria do clube explicou que o atraso não teve nada a ver com a logística rubro-negra, mas sim com trâmites no aeroporto de Montevidéu.