Flamengo desafia a lógica, aproveita espaços e dá demonstração de força na Copa do Brasil

Depois de um primeiro tempo ruim, talvez um dos piores sob o comando de Renato Gaúcho, o Flamengo vai para o intervalo sem Bruno Henrique, lesionado, e Isla, expulso, com jogadores discutindo na saída de campo e muitas coisas para ajustar.

É jogo de quartas de final da Copa do Brasil, contra o copeiro Grêmio, fora de casa, em Porto Alegre, no Sul brasileiro que muitas vezes causou calafrios na torcida.

O resultado: um segundo tempo quase perfeito, 4 a 0 a favor no placar e vaga encaminhada para as semifinais.

Como explicar a vitória do Flamengo sobre o Grêmio?

Michael e Vitinho comemoram gol do Flamengo — Foto: Foto: Pedro H. Tesch/AGIF

Michael e Vitinho comemoram gol do Flamengo — Foto: Foto: Pedro H. Tesch/AGIF