Extremamente infeliz, diz Marquinhos sobre Bolsonaro chamar estudantes de idiotas

‘Não utilizaria de maneira alguma’

Marquinhos em agenda nesta quinta (Foto: Marcos Ermínio/Midiamax)

Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) classificou como ‘extremamente infeliz’ nesta quinta-feira (16) a frase que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) usou para criticar os manifestantes sobre cortes na educação. Em viagem aos Estados Unidos, Bolsonaro disse que os estudantes “são uns idiotas úteis, uns imbecis que estão sendo utilizados como massa de manobra”.

Para Marquinhos, a frase não pode ser usada. “Foi extremamente infeliz. É um direito das pessoas se manifestar, desde que se manifestem sem agressão, sem ofensas e sem ataque à honra”.

Publicidade

O prefeito disse acreditar que Bolsonaro deve mudar de postura, pois precisa de apoio para aprovar projetos e fazer as reformas. “Se ele continuar chamando os outros de idiota, ele vai precisar de ainda mais reforço. Não é assim que se constrói, é assim que se destrói”, opinou.

Bolsonaro fez a declaração à imprensa ao chegar na quarta em Dallas, no Texas. “É natural, é natural. Agora… a maioria ali é militante. É militante. Não tem nada na cabeça. Se perguntar 7 x 8 não sabe. Se perguntar a fórmula da água, não sabe. Não sabe nada. São uns idiotas úteis, uns imbecis que estão sendo utilizados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo de muitas universidades federais do Brasil”, afirmou Bolsonaro.