Equipamentos de monitoramento vital nos postos de saúde são renovados

Caixa com os novos equipamentos para UPAs e CRSs. (Foto: Divulgação/Assessoria)

A partir da próxima segunda-feira (5), a Prefeitura de Campo Grande começa a distribuir equipamentos de monitoramento cardíacos e de uso nas salas de urgência e emergência das UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e CRSs (Centros Regionais de Saúde).

Os aparelhos monitoram e controlam os sinais vitais, além de melhorar o atendimento dos pacientes em estados mais graves. Nestes casos, são necessários diversos equipamentos para oferecer o suporte necessário para a manutenção da vida.

Em média são realizados 150 mil procedimentos médicos por mês nas 10 unidades de atendimento 24 horas e que agora vão contar com os novos equipamentos.

São 16 monitores portáteis de sinais vitais, sete desfibriladores e monitores de suporte avançado de vida, cinco oxímetros portáteis de pulso, três detectores fetais, oito carros maca, 10 otoscópio, 20 aspiradores elétricos móveis de secreção e 37 escadas clínicas de dois degraus.

As unidades que receberão os equipamentos terão os antigos substituídos ou remanejados para atender as demais salas de urgência e emergência da Capital.

“Estamos trabalhando para melhorar o acolhimento e o atendimento nas UPAs e CRSs em todos os casos. Por isso, precisamos reequipar os locais a fim de que todos pacientes sejam monitorados e tenham seus sinais vitais monitorados em suspeitas ou casos graves”, disse o coordenador da Urgência e Emergência da Secretaria Municipal de Saúde, Yama Higa.

Os equipamentos foram adquiridos por meio de recursos de emendas parlamentares e portarias que estavam paradas por entraves burocráticos desde 2013 e que agora retomaram ao fluxo normal do processo de tramitação.

Fonte: campograndenews.com.br (Richelieu de Carlo)