EM PARCERIA COM SUBJUV, SEMU REALIZA OFICINA PARA CONFECÇÃO DE PULSEIRAS COM TÉCNICA DE MACRAMÊ E MIÇANGAS PARA JOVENS

A Subsecretaria de Políticas para a Mulher (Semu), em parceria com a Subsecretaria de Políticas para a Juventude (Subjuv), realizou oficina para confecção de pulseiras com técnica de macramê e miçangas, nesta quarta-feira (11).  Participaram do curso jovens mulheres que receberam informações acerca da violência doméstica e familiar bem como os canais de denúncia, algumas estavam acompanhadas de seus pais por serem menores de idade. A ideia é que essas meninas e  jovens mulheres se tornem protagonistas de mudanças no meio no qual estão inseridas e multiplicadoras da informação.

O Prefeito Marquinhos Trad abriu a oficina destacando a importância dos cursos de capacitação como meio de transformar a vida de muitos jovens. “A gente procura trazer qualificação aos jovens porque é uma forma deles se capacitarem, poder gerar renda e, em alguns casos, até ajudar a família. Muitos empreendedores de sucesso começaram jovens, mas tem que querer aprender, se dedicar. A gente procura trazer a oportunidade, no entanto, o esforço é de cada um”, ressalta Marquinhos.

Segundo a Subsecretária de Políticas para a Mulher, Carla Stephanini, é fundamental levar informações aos jovens sobre a violência doméstica e familiar, um assunto muitas vezes pouco falado em casa. “Estamos no mês do Agosto Lilás, o qual se comemora os 15 anos da Lei Maria da Penha, e estamos cumprindo uma agenda bem diversificada divulgando essa Lei tão importante.  Cabe destacar que, em todas as ações da Semu, orientamos as pessoas sobre a violência contra a mulher, até mesmo em nossos cursos. Fiquei muito feliz em realizar nossa primeira oficina em parceria com a Subjuv, porque além de capacitar as jovens mulheres, podemos sensibilizá-las sobre a violência doméstica, um assunto que nem sempre é comentado em casa. Ou seja, é um trabalho de prevenção e orientação. Vocês aqui poderão não só se ajudarem, caso precisem, mas também podem ajudar uma amiga ou até mesmo um familiar”.

Com apenas 10 anos, a estudante Júlia Pinheiro se inscreveu para participar da oficina e se diz uma apaixonada por artesanato. “Já faz um tempo que aprendi a fazer pulseiras de miçangas assistindo aulas pela internet. Comecei a vender e não parei mais, abri até uma conta no Instagram para mostrar meu trabalho. Fiquei sabendo do curso pelas redes sociais e não quis perder essa oportunidade de aprender uma nova técnica e oferecer outros tipos de pulseiras aos meus clientes”.

Laura Miranda, Subsecretária de Políticas para a Juventude (Subjuv), afirmou que a Subsecretaria está e nova sede mais ampla para melhor receber os jovens e oportunizá-los com maior oferta de cursos de capacitação. “Abrimos a porta da Subjuv em nova sede com espaço mais amplo. Ao todo são 40 salas para capacitação e qualificação de cursos e oficinas. Nosso trabalho está pautado em qualificar os jovens para que eles sejam protagonistas da sua própria história. E essa parceria com a Semu é importante porque somamos conhecimentos  e trocamos experiências que enriquecem essas jovens em qualificação e orientação de vida”.