EM FUNCIONAMENTO HÁ DOIS MESES, CCZ JÁ ESTERILIZOU 180 ANIMAIS COM O CASTRAMÓVEL

Desde sua primeira ação, em 25 de abril, o Centro de Controle de Zoonozes (CCZ) já realizou a castração de 180 cães através do uso do castramóvel, que vai até as regiões de vulnerabilidade socioeconômica. Até o momento o centro cirúrgico móvel passou pelos bairros Portal Caiobá, Jardim Centro Oeste e Vida Nova. 

As ações têm acontecido aos domingos com apoio das equipes de unidades de saúde do bairro, que realizam a triagem dos animais de famílias que têm uma maior vulnerabilidade. “Nosso objetivo é justamente chegar naquelas pessoas que não têm condições de levar seu cachorro para uma clínica, mesmo que consigam o procedimento de forma gratuita”, explica a veterinária do CCZ Cláudia Macedo. 

“Vamos até essas famílias e explicamos todo o processo de castração e quais os cuidados necessários no pós-cirúrgico. Também há nossa equipe de educação em saúde que explica os riscos deste animal ter acesso à rua”, conclui. 

O centro tem capacidade para esterilizar entre 25 e 30 cães em cada ação, mas ainda há proprietários que deixam de levar os animais triados para realizar o procedimento. “Entendemos que como são regiões mais vulneráveis, e o animal não pode voltar andando, há muita gente que não tem como levá-lo ou buscá-lo após a cirurgia. Essas orientações são dadas no momento da triagem, e se não fossem essas faltas poderíamos ter castrado 250 cães já”, completa a veterinária. 

Neste final de semana haverá outra ação das equipes, que estarão no bairro Vida Nova. Serão castrados cães machos e fêmeas que foram selecionados no decorrer da semana e avaliados pela equipe de veterinários do CCZ.