Em bom humor, Pochettino recomeça coletiva para “mudar energia” e reforça confiança em Messi

Vencedor da Bola de Ouro, Lionel Messi vive um início irregular no Paris Saint-Germain. Ao menos para seu padrão. Em 12 jogos, o craque argentino marcou quatro gols e tem três assistências. No entanto, o técnico Mauricio Pochettino acredita que o compatriota logo se converterá em um grande goleador no novo clube.

— Leo tem um talento incrível e sempre marcou, então ele marcará muito mais aqui. É uma questão de tempo e eficiência. Ele tem muitas chances em todos os jogos. A bola vai eventualmente entrar e ele vai nos ajudar muito, como já faz — afirmou Pochettino, em entrevista prévia ao duelo contra o Lens, neste sábado.

Apesar de uma maior preocupação sobre os números de Messi, o treinador foi questionado pela falta de pontaria do ataque de maneira geral. Fora novamente para se recuperar de uma lesão, Neymar anotou três gols até o momento. Dos membros do badalado trio ofensivo, Mbappé é o mais eficiente, com sete.

Messi e Mbappé passaram em branco, respectivamente, na vitória por 3 a 1 em cima do Saint-Étienne, e também no empate sem gols com o Nice, pelo Campeonato Francês.

Em bom humor, Pochettino tentou recomeçar a entrevista coletiva nesta sexta. Em uma tentativa de mudar o tom que a conversa tomava. O treinador era questionado sobre a “falta de hierarquia na equipe” e o rodídio de goleiros entre Navas e Donnarumma.

O PSG pode até não encantar, mas segue na liderança da tabela, com 41 pontos em 16 jogos, 12 acima do Olympique de Marselha, que tem uma partida a menos. Neste sábado, a equipe de Messi e companhia encara o Lens, às 17h (de Brasília), fora de casa, com acompanhamento em tempo real no ge. O time parisiense está garantido nas oitavas de final da Liga dos Campeões, na segunda posição do Grupo A.

Messi marcou três gols pela Champions e um pelo Francês — Foto: Reuters

Messi marcou três gols pela Champions e um pelo Francês — Foto: Reuters