Elton John revela que mãe foi contra sua união civil por tornar oficial sua homossexualidade

O cantor Elton John, 74 anos, revelou que ficou chocado quando sua mãe Sheila Farebrother se colocou contra sua união civil com o parceiro David Furnish por oficializar sua homossexualidade.

O astro explicou, em evento organizado pelo YouTube para celebrar o mês do orgulho LGBTQIA+, que a reação de Sheila foi totalmente diferente de quando John se revelou gay a ela anos antes.

“Quando eu quis ter minha união civil, minha mãe foi muito contra, porque isso oficialmente admite que você é gay”, destacou o cantor, segundo o site Yahoo. “Foi decepcionando, ela arruinou nosso dia com sua atitude. E por todos esses anos ela foi muito apoiadora e no fundo tinha essa homofobia leve acontecendo com ela”.

O cantor e sua mãe tiveram uma relação conturbada até a morte de Sheila, em 2017, aos 92 anos de idade. Eles inclusive chegaram a ficar sete anos sem se falar por conta de comentários feitos por ela sobre Furnish.

John e Furnish celebraram a união civil em 2005 antes de se casarem em 2014. Juntos, eles são pais de dois filhos: Zachary, 10 anos, e Elijah, 8 anos.

No final de 2020, o astro fez um post em seu Instagram para celebrar os 15 anos de união civil com o marido. “Hoje @davidfurnish e eu estamos comemorando dois aniversários: 15 anos de parceria civil e 6 anos de casamento. Nosso relacionamento fica mais forte a cada dia, e sou extremamente grato pelo amor que compartilhamos e pelos nossos dois lindos filhos. No entanto, temos sorte, pois milhões de gays em todo o mundo são discriminados por causa de sua sexualidade. Isso é uma vergonha”, escreveu John.