Dr Jamal destacou a Live da Comissão de Saúde debate novas diretrizes para tratamento imediato da Covid-19

A Comissão Permanente de Saúde da Câmara Municipal de Campo Grande promove live nesta quarta-feira (23), às 10h30, para debater as novas diretrizes no tratamento imediato da Covid-19. O encontro será transmitido pelo Facebook (https://www.facebook.com/camaracgms) e pelo  Youtube (https://www.youtube.com/camaramunicipalcg) da Câmara Municipal, por onde a população pode encaminhar perguntas e comentários.

A live será conduzida pelo vereador Dr. Sandro Benites, presidente da Comissão de Saúde, que conta ainda com os vereadores Dr. Victor Rocha (vice-presidente), Dr. Jamal, Dr. Loester e Tabosa. O médico Dr. Mauri Comparin irá participar do debate como convidado para comentar sobre os tratamentos realizados. Ele é angiologista e cirurgião vascular. A live também vai contar com a participação do médico cirurgião geral, Dr. Silvio Luis da Silveira Lemo, que também é Cirurgião do Aparelho Digestivo e Cirurgião Bariátrico. Ele foi plantonista do Pronto Socorro da Santa Casa por 28 anos.

Durante o encontro, são repassados dados relacionados à pandemia em Campo Grande, com atualizações sobre projetos de lei, decretos, números de internações e confirmações de casos, além das restrições para promover distanciamento social e orientações sobre os cuidados adotados. Os debates iniciaram ainda no ano passado, com orientações à população.

Campo Grande tem quase 40% da população imunizada com a primeira dose da vacina contra a Covid-19, conforme dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde. Na terça-feira (22), o calendário de vacinação foi exclusivo para aplicação da segunda dose. Poderão se vacinar as pessoas que tomaram a primeira dose de Coronavac até o dia 2 de junho e quem se vacinou com Astrazeneca até o dia 22 de abril.

Na Capital, 3.188 pessoas morreram em decorrência da doença desde o começo da pandemia, conforme boletim da Secretaria Estadual de Saúde desta segunda-feira (21). No Estado, são 1.076 pacientes internados, sendo 547 em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).