Desempregados ‘madrugam’ em fila na 1ª segunda de 2020 em MS: ‘Tem que começar o ano bem, para encerrar bem’

Enquanto muita gente curte a ‘preguicinha’ das férias, outros tantos estão querendo uma oportunidade de trabalho em Campo Grande. Ao menos é o que dizem alguns candidatos, que enfrentam fila desde a madrugada em busca de emprego na 1ª segunda-feira do ano (6).

É o caso da diarista Aparecida Passos da Silva, de 63 anos, que desde às 5h (de MS) já estava no cruzamento das ruas 13 de maio com a Dom Aquino, perto da Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul (Funtrab).

“Estou sem trabalhar desde novembro, não tenho seguro porque faço diárias e então estou na luta desde muito cedo. Agora há pouco consegui duas entrevistas, tomara que me aceitem. Eu enfrento problemas por conta da minha idade, mas, vou sair vitoriosa. Isso não é problema, eu trabalho bem e agora vou ligar para agendar a entrevista”, disse.

Já o casal Ademilson Oliveira Leite de 40 anos, e esposa Flávia de Souza Santos, de 30 anos, saíram de Rio Brilhante para a capital sul-mato-grossense. “Eu trabalho como eletricista automotivo desde 1994 e estou desempregado desde o dia 30 de novembro. Não quero depender de seguro e estou procurando vaga com a minha mulher. Tem que começar o ano bem, para encerrar bem”, comentou.

No caso da Flávia, a busca é por serviço como atendente, auxiliar de limpeza e de cozinha, entre outras oportunidades. “Nós temos 3 filhos e eu não posso ficar parado. No caso dela, que já trabalhou como recepcionista e também como auxiliar de cozinha, a intenção é retornar ao mercado de trabalho”, finalizou.

Nesta manhã (6), de acordo com a Funtrab, são oferecidas 44 vagas, entre elas para atendente de lanchonete , auxiliar de cozinha , empregado doméstico, serviços gerais, cozinheiro geral, jardineiro, camareira de hotel, promotor de vendas, padeiro, confeiteiro, açougueiro, tosador de animais domésticos, mecânico, entre outros. Já a nível estadual, são 229 vagas convencionais e também para pessoa com deficiência.