Derrete a Bolsa da Ibovespa após Bolsonaro interferir na Petrobras

Se alguém voltasse no futuro para contar, boa parte dos participantes do mercado não acreditaria. Ao menos é o que leva a crer o tamanho do susto refletido nos ativos brasileiros nesta segunda-feira (22).

O presidente Jair Bolsonaro pegou muita gente de surpresa depois do fechamento de sexta-feira (19). Resolveu indicar para a chefia da Petrobras um general, no lugar de um pós-graduado em economia pela Universidade de Chicago. A mudança veio depois de mais de duas semanas em que o ex-capitão teimava em dizer que não iria interferir na estatal. O presidente segue dizendo isso, ao mesmo tempo em que defende publicamente que a preço da gasolina caia 15%.

Na sexta, as ações da joia da coroa brasileira já haviam afundado 8%, em reação à live da noite anterior. Bolsonaro repetia naquele noite de quinta (18) que não haveria ingerência na empresa, para, em sequência, mudar de ideia e anunciar mudanças chegando. Embora a insegurança trazida por essas declarações tenham ali sido refletidas nos preços, poucos imaginavam que a mudança viria de forma tão abrupta.

  • Mas não era nem mesmo preciso recorrer às falas contraditórias que antecederam a indicação do general Joaquim Silva e Luna para não se surpreender totalmente. Quase dois anos atrás, em abril 2019, o presidente Bolsonaro já havia ordenado um cancelamento de reajuste de preços anunciado pela estatal – o que foi acatado à época pelo agora demissionário Roberto Castello Branco.

Seja como for, de lá para cá, seguiu a retórica de liberdade à Petrobras para reajustar preços tanto quando as variações do petróleo e do câmbio exigissem. Não foi difícil de cumprir por bom tempo. Afinal, uma pandemia jogou os preços de barris até o patamar bizarramente negativo em abril de 2020. O problema é que depois veio um rali histórico de alta para o petróleo, já aos níveis de US$ 65, acima do pré-pandemia. Em paralelo, uma desvalorização também histórica para o real, de 40% desde o começo do ano passado. E mesmo defasados em relação à concorrência, os preços de diesel e gasolina vieram sendo reajustados para cima na esteira desses dois principais ativos.

Caminhoneiros nesse meio tempo viram o preço do diesel na bomba subir sem parar e Bolsonaro, a popularidade ameaçada. Falou, então, mais alto ao presidente o risco de greve geral da categoria. Já para quem tinha ações da Petrobras, falou mais alto nesta segunda-feira a nova perda de credibilidade da empresa no mercado. Perdida no governo Dilma, foi sendo reconquistada desde 2016, mas agora foi embora outra vez com Bolsonaro.

  • Após a abertura do alçapão no fundo do poço tocado pelas ações da empresa no último pregão, lá se foram elas em queda livre nesta segunda. Papéis ordinários (ON, que dão direito a voto em assembleias) da empresa afundavam 20,48% no fechamento. Preferenciais (PN, conferem preferência por dividendos), outros 21,51%.
Ao todo, os papéis do principal índice da bolsa do Brasil movimentaram R$ 50,4 bilhões, entre muito mais vendas do que compras. O volume ficou 111% acima da média por sessão em 2021, de R$ 25,7 bilhões. As ações da Petrobras movimentaram R$ 13,7 bilhões, volume 359% superior à média diária do giro dos papéis no ano. Foi dia de vencimento de opções na B3.

Silva e Luna, embora tenha dito que dará ouvidos às sugestões do ministro da Economia, Paulo Guedes, fez coro ao tom usado pelo presidente da República no fim de semana. Bolsonaro acusou a gestão Castello Branco de estar preocupada em “ganhar dinheiro em cima do povo”. Já Silva e Luna, quando questionado se os interesses dos caminhoneiros iriam se sobrepor ao de acionistas, disse que a companhia deveria enxergar as questões sociais.

“O terceiro ano do mandato de um governo precisa apresentar indicadores econômicos e sociais que viabilizem a candidatura à reeleição”, diz Rodrigo Octavio Marques de Almeida, economista com passagens pela chefia de investimento de alguns bancos e casas de gestão. “Os candidatos querem o emprego por mais quatro anos e os eleitores votam com o bolso”.

Para Marques de Almeida, os passos dados por Bolsonaro refletem o incentivo de usar gastos públicos e preços administrados em favor de uma candidatura que se avizinha.

Sobre esse ponto, vale lembrar que o presidente, aos descontentes com a mudanças de rumo planejada por ele na Petrobras, avisou que “vai meter o dedo” (palavra de presidente!) também nos preços de energia.

De acordo com Marques Almeida, “o uso dessas intervenções pode gerar desequilíbrios nos anos seguintes, o que obriga à reversão dessas políticas após a eleição.” O que nos remete, por sinal, à ex-presidente Dilma Rousseff.

Depois de interferir no primeiro mandato nos preços de combustíveis, energia e juros, foi reeleita e se viu obrigada a dar uma guinada liberal. Jogou de volta para cima todas essas variáveis, tendo ainda a reboque uma inflação içada a mais de 10% ao ano. Os desdobramentos práticos desse movimento, incluindo o clamor popular por seu impeachment, todos conhecemos bem.

Para Ricardo Campos, sócio e gestor da Reach Capital, surpreende a dispensa de Castello Branco ter acontecido duas semanas após ele, Bolsonaro e Guedes aparecerem juntos em entrevista coletiva. E garantindo que estava tudo bem, obrigado, entre eles.

“Parece ter sido uma decisão de olho na eleição, a popularidade do presidente está em queda, mas foi precipitado, faltou até visão política, faltam dois anos para as eleições e as pessoas esquecem rápido se surgir outro problema pela frente“, diz. “Caso reformas sejam aprovadas, o real já tenderia a se valorizar e tirar parte da pressão sobre os preços dos combustíveis, e isso poderia acontecer com o Castello Branco mantido no cargo.”

Campos lembra que a empresa é de capital aberto e, portanto, o governo não é seu único dono, mas também seus acionistas. “Não adianta agora vir para o mercado e pedir consciência patriótica, ainda mais considerando que boa parte dos investidores da empresa nem são brasileiros“, diz. “Se ele achar que a melhor política é sair distribuindo gasolina, tudo bem, mas precisa antes comprar de volta as ações que vendeu no mercado, e não sair fazendo isso com o dinheiro dos outros.

O gestor lembra que a letra da lei pode impedir arroubos populistas do presidente com estatais.

Entre eles, eventuais planos de vender combustíveis muito abaixo dos preços praticados no mercado, em detrimento dos resultados financeiros da Petrobras. Entre esses obstáculos, diz, está a Lei das Estatais de 2016, que obriga o Tesouro a tapar eventuais buracos deixados nas contas de uma empresa por decisões políticas. Além disso, explica, caso conselheiros da empresa colaborem com esses eventos hipotéticos, podem ter de responder judicialmente.

Apesar disso tudo, a Reach não está pessimista sobre o futuro rendimento das ações da Petrobras. Campos entende que, considerados esses impeditivos legais, não restará muito a ser feito por Silva e Luna a não ser prezar pelos bons fundamentos da empresa. E que dado o tamanho do desconto nos papéis da companhia, que já era grande e foi aprofundado nos últimos pregões, as perspectivas para quem investisse agora nos papéis se tornariam ainda mais positivas. Isso, ressalta, se mais nada de excepcional acontecer, feito esta troca repentina de comando no calor da emoção.

Para além da agenda corporativa, vale ponderar sobre os descontos anunciados por Bolsonaro em combustíveis, que se misturam com o risco fiscal brasileiro.

Na mesma live em que disse que mudanças viriam na Petrobras, o presidente decidiu por zerar impostos federais incidentes sobre o diesel e o gás de cozinha. No entanto, há uma Lei de Responsabilidade Fiscal que impede qualquer desconto de impostos sem que, em troca, seja apresentada uma fonte alternativa de receitas. E caso não seja feito em desenho que respeite essa regra, o presidente pode cometer crime de responsabilidade.

Em webinar promovido pela XP Investimentos na noite de domingo (21), o economista-chefe Caio Megale foi questionado pela reportagem sobre que tipo de engenharia vislumbra para equacionar o anúncio presidencial. “É um mistério, o governo vai ter de fazer uma ‘matemágica’”, disse. “Em curto espaço de tempo, a medida de compensação tem quem estar já operacional para se poder abrir mão da receita, e não vale aquela coisa de projetar um PIB maior para o ano, uma arrecadação maior para usar na conta, é preciso uma medida efetiva.”

Embora ressalte que não tenha tido acesso a informações de passos dados pelo governo nessa direção, Megale vislumbra um risco adicional nesse campo. O de, dada a urgência, incluir na PEC Emergencial marcada para ser votada nesta quinta (25) pela Senado um perdão da LRF para essa manobra do governo. “O mercado teme que, como precisa acontecer e o presidente já anunciou, que alguém possa dar a brilhante ideia“, disse.

Num momento em que falta dinheiro para auxílios emergenciais que virão de uma forma ou de outra, a falta de respostas para a renuncia fiscal mal ajambrada pelo presidente causa ainda mais temores do que, por si só, causaria.

  • Refletindo esse cenário, taxas de contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2022, que refletem expectativas mais imediatas para a Selic, foram de 3,44% para 3,53%;
  • O fim da curva está mais ligado à intensidade do cheiro de calote do governo no ar e, consequentemente, à expectativa de juros condizentes com esse risco lá na frente. E as taxas para janeiro de 2031 subiram de 8,06% para 8,26%.

As 81 do Ibovespa (22/2/21)

Código Nome Abertura Mínima Média Máxima Fechamento Var. %
LAME4 LOJAS AMERICPN N1 27,10 25,83 27,98 29,26 28,95 19,88
EMBR3 EMBRAER ON NM 11,20 11,11 12,28 12,77 12,48 7,40
CIEL3 CIELO ON NM 3,54 3,46 3,72 3,89 3,74 4,76
PRIO3 PETRORIO ON NM 87,50 84,50 89,54 92,25 92,19 3,71
KLBN11 KLABIN S/A UNT N2 29,47 28,88 30,24 30,98 30,57 3,21
SUZB3 SUZANO S.A. ON NM 75,50 74,19 76,66 78,85 76,88 2,47
CSNA3 SID NACIONALON 34,70 34,11 35,39 36,52 35,78 1,47
BTOW3 B2W DIGITAL ON NM 92,60 88,50 93,23 96,70 89,67 1,15
GNDI3 INTERMEDICA ON NM 91,80 88,51 92,68 96,31 94,04 0,98
PCAR3 P.ACUCAR-CBDON NM 88,19 85,74 88,31 90,31 89,43 0,54
USIM5 USIMINAS PNA N1 14,40 14,25 14,91 15,50 14,99 0,13
ELET6 ELETROBRAS PNB N1 27,04 26,38 28,26 29,97 29,24 -0,17
GGBR4 GERDAU PN N1 24,21 23,46 24,67 25,46 24,78 -0,48
WEGE3 WEG ON NM 82,15 80,67 82,76 84,35 82,72 -0,62
ELET3 ELETROBRAS ON N1 26,80 26,27 27,82 29,47 28,91 -0,69
GOAU4 GERDAU MET PN N1 10,98 10,63 11,10 11,48 11,20 -0,71
SULA11 SUL AMERICA UNT N2 36,10 35,75 36,51 37,13 36,45 -1,33
ENEV3 ENEVA ON NM 67,34 66,31 67,90 69,26 68,24 -1,74
CRFB3 CARREFOUR BRON NM 20,13 20,06 20,30 20,49 20,25 -1,98
HGTX3 CIA HERING ON NM 16,42 15,84 16,28 16,63 16,32 -1,98
ABEV3 AMBEV S/A ON 14,56 14,33 14,64 14,89 14,58 -2,08
RADL3 RAIADROGASILON NM 24,49 24,22 24,56 24,90 24,53 -2,08
BRKM5 BRASKEM PNA N1 29,08 26,91 28,94 30,26 30,01 -2,09
VIVT3 TELEF BRASILON 45,79 44,83 45,45 45,96 45,46 -2,11
HYPE3 HYPERA ON NM 33,75 33,14 33,65 34,00 33,66 -2,21
RAIL3 RUMO S.A. ON NM 18,97 18,36 18,80 19,35 19,09 -2,45
TIMS3 TIM ON NM 13,51 13,13 13,30 13,51 13,36 -2,48
VALE3 VALE ON NM 96,50 94,04 95,96 98,52 95,35 -2,48
NTCO3 GRUPO NATURAON NM 51,15 49,37 50,70 52,27 51,23 -2,51
MULT3 MULTIPLAN ON N2 20,41 19,67 20,03 20,46 20,14 -2,56
TAEE11 TAESA UNT N2 31,49 30,66 31,29 31,61 31,28 -2,58
HAPV3 HAPVIDA ON NM 16,83 16,29 16,70 17,08 16,79 -2,61
MGLU3 MAGAZ LUIZA ON NM 24,23 23,66 24,12 24,52 24,25 -2,77
BPAC11 BTGP BANCO UNT N2 104,50 100,80 103,06 104,50 103,90 -2,81
BRAP4 BRADESPAR PN N1 63,80 62,77 63,74 65,30 63,35 -2,82
BRML3 BR MALLS PARON NM 9,09 8,73 8,91 9,10 8,96 -2,82
ENBR3 ENERGIAS BR ON NM 18,27 17,81 18,12 18,38 18,05 -3,11
IGTA3 IGUATEMI ON NM 33,31 32,28 32,82 33,40 32,88 -3,29
MRFG3 MARFRIG ON NM 14,00 13,82 14,07 14,46 13,88 -3,34
LREN3 LOJAS RENNERON NM 39,00 37,66 38,19 39,05 38,34 -3,35
EQTL3 EQUATORIAL ON NM 21,86 21,53 21,80 22,02 21,87 -3,40
CMIG4 CEMIG PN N1 12,00 11,77 12,24 12,43 12,30 -3,45
QUAL3 QUALICORP ON NM 32,17 30,49 31,37 32,17 31,61 -3,48
TOTS3 TOTVS ON NM 34,13 33,31 33,99 34,69 33,49 -3,57
YDUQ3 YDUQS PART ON NM 32,01 31,02 31,48 32,08 31,58 -3,57
FLRY3 FLEURY ON NM 26,92 26,57 26,84 27,19 26,71 -3,61
JBSS3 JBS ON NM 25,99 25,47 25,93 26,74 25,54 -3,70
MRVE3 MRV ON NM 18,07 17,30 17,65 18,12 17,70 -3,70
BEEF3 MINERVA ON NM 9,23 9,05 9,15 9,33 9,06 -3,72
BBSE3 BBSEGURIDADEON EDR NM 27,14 26,40 26,66 27,16 26,58 -3,94
B3SA3 B3 ON NM 56,05 53,93 55,12 56,40 55,74 -3,98
SANB11 SANTANDER BRUNT ED 39,67 38,80 39,27 39,92 39,03 -4,01
EZTC3 EZTEC ON NM 34,26 32,55 33,16 34,26 33,46 -4,24
SBSP3 SABESP ON NM 38,00 36,84 37,69 38,23 37,58 -4,25
BRFS3 BRF SA ON NM 21,90 21,50 21,79 22,25 21,50 -4,27
JHSF3 JHSF PART ON NM 6,99 6,82 6,92 7,06 6,89 -4,31
AZUL4 AZUL PN N2 42,33 41,21 42,23 43,21 41,73 -4,51
IRBR3 IRBBRASIL REON NM 6,22 6,05 6,18 6,33 6,10 -4,54
ITSA4 ITAUSA PN N1 10,01 9,72 9,84 10,02 9,78 -4,59
EGIE3 ENGIE BRASILON NM 43,70 42,25 42,60 43,70 42,30 -4,75
COGN3 COGNA ON ON NM 4,06 3,96 4,04 4,12 3,98 -4,78
LCAM3 LOCAMERICA ON NM 26,00 24,74 25,13 26,07 25,22 -4,83
CPLE6 COPEL PNB N1 59,82 59,11 60,68 61,85 60,14 -4,93
CVCB3 CVC BRASIL ON NM 18,00 17,45 17,76 18,10 17,71 -4,99
ENGI11 ENERGISA UNT N2 47,41 46,20 46,98 47,64 46,90 -5,04
GOLL4 GOL PN N2 23,00 22,40 22,85 23,30 22,58 -5,09
ECOR3 ECORODOVIAS ON NM 11,79 11,38 11,47 11,79 11,41 -5,47
BBDC3 BRADESCO ON EJ N1 21,15 20,53 20,80 21,30 20,53 -5,70
CYRE3 CYRELA REALTON NM 27,05 25,24 25,88 27,05 25,94 -5,95
RENT3 LOCALIZA ON NM 63,39 60,35 61,32 63,50 61,09 -6,16
BBDC4 BRADESCO PN EJ N1 23,81 23,06 23,41 23,99 23,08 -6,56
CSAN3 COSAN ON NM 85,79 80,08 82,11 85,91 81,99 -6,61
CCRO3 CCR SA ON NM 11,85 11,25 11,54 11,85 11,32 -6,98
CPFE3 CPFL ENERGIAON NM 31,43 29,91 30,34 31,63 30,35 -6,99
BRDT3 PETROBRAS BRON NM 22,10 20,09 20,83 22,10 21,21 -7,22
ITUB4 ITAUUNIBANCOPN N1 26,55 25,53 25,95 26,61 25,61 -7,28
VVAR3 VIAVAREJO ON NM 13,30 12,91 13,13 13,52 12,94 -7,57
UGPA3 ULTRAPAR ON NM 21,94 20,55 20,96 21,99 21,07 -7,83
BBAS3 BRASIL ON NM 29,50 28,56 29,05 29,86 28,83 -11,65
PETR3 PETROBRAS ON N2 22,50 21,35 21,80 22,77 21,55 -20,48
PETR4 PETROBRAS PN N2 22,80 21,40 22,04 23,20 21,45 -21,51
Bolsa derrete — Foto: Getty Images

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui