Dana White: Julianna Peña x Amanda Nunes será a maior luta da história do MMA feminino

O reencontro entre Julianna Peña, atual campeã peso-galo do UFC, e a, agora, desafiante Amanda Nunes, vai acontecer em 2022 – embora ainda não tenha uma data definida. Mas uma coisa é certa: será a maior luta da do MMA feminino em todos os tempos. Esta é a visão de Dana White, presidente do UFC, em entrevista ao site da “ESPN” americana.

– Esta revanche vai ser a maior luta de MMA feminino da história – cravou o mandatário.

Dominante como campeã do UFC desde 2016, quando finalizou Miesha Tate, Amanda Nunes enfileirou Ronda Rousey, Valentina Shevchenko, Cris Cyborg, dentre outras adversárias, e se manteve no posto até o último dia 11, no UFC 269. A “Leoa”, que não perdia desde 2014, foi finalizada por Julianna Peña no segundo round.

Do ponto de vista financeiro, contudo, o combate feminino mais rentável da história do Ultimate foi entre Holly Holm e Ronda Rousey, em 2015, sediado em um estádio de futebol, em Melbourne, na Austrália, pela edição 193. Na ocasião, “Rowdy”, invicta no MMA e dona do cinturão dos galos, foi nocauteada no segundo round pela compatriota, que assumiu o posto de campeã.