Covid-19: Evander quer cobertura garantida dos planos de saúde durante pandemia

Preocupado com o aumento na procura de leitos hospitalares devido à Covid-19 e, o deputado estadual Evander Vendramini (Progressistas) solicitou à Bancada Federal de Mato Grosso do Sul em Brasília (DF) e à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) informações sobre as garantias que as operadoras de planos de saúde estão oferecendo a seus clientes durante a pandemia por coronavírus. O documento foi encaminhado eletronicamente à Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

O parlamentar apresentou sugestões de ações que se fazem necessárias, tais como ampliação de leitos e de unidades ambulatoriais a pacientes com o coronavírus. Outra medida seria a exigência, por parte da ANS, de que as operadoras de planos de saúde administradoras de benefícios e empresas contratantes de planos coletivos pactuem que não haverá rescisão de contratos enquanto durar a pandemia.

Outra exigência seria a manutenção da cobertura dos planos de saúde, de acordo com o tipo do plano contratado: consultas, exames e terapias (plano ambulatorial) e internação (hospitalar), incluindo o exame de detecção da doença na lista de procedimento de cobertura obrigatória.

Como explica Evander, é dever dos planos de saúde auxiliar os beneficiários a obterem a melhor assistência caso contraiam o vírus. “Precisamos ficar de olho, pois, pelo que veio ao meu conhecimento, não está havendo autorização automática desses procedimentos para aqueles que se apresentam positivos para a Covid-19, como ocorre com outros procedimentos, mesmo depois da Agência de Saúde ter regulamentado a cobertura obrigatória de testes para a infecção”, apontou o progressista.

O deputado lembra ainda que as operadoras de planos de saúde devem se comprometer em atualizar e ampliar a cobertura para o tratamento dessa enfermidade. “Como o conhecimento sobre essa doença ainda é um processo em construção, protocolos e diretrizes podem ser revistos a qualquer tempo pelos órgãos públicos regulatórios de saúde competentes”, destacou Evander.