Comissão dá sinal verde a teto de aposentadoria de servidores

Quem quiser receber mais deverá recolher previdência complementar

Deputado Barbosinha, relator do projeto, deu parecer à sua regular tramitação - Foto: Victor Chileno / ALMS

Proposta do governo de Mato Grosso do Sul que limita a aposentadoria dos servidores ao teto do INSS, de R$ 5,6 mil, passou na Comissão de Constituição de Justiça da Assembleia Legislativa, e deve ser votada até o dia 20 deste mês. Se virar lei, a medida prevê a criação de previdência complementar para quem desejar ter aposentadoria acima deste valor.

“Na próxima semana, deve entrar. Deve ser votado antes do recesso deste ano”, limitou-se a dizer o deputado e vice-presidente da Casa, Onevan de Matos (PSDB).

Ele votou acompanhando o parecer favorável à regular tramitação da proposta, emitido pelo relator e presidente da CCJR, deputado Barbosinha (DEM). Na reunião da semana passada, o deputado Renato Câmara (MDB) havia pedido vista. Segundo Câmara, após análise minuciosa do texto, ficou claro que não haverá prejuízo ao servidor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui