COM FOCO NA AGILIDADE DO ATENDIMENTO À POPULAÇÃO, PREFEITURA INAUGURA CENTRAL DO CADASTRO ÚNICO

Com o objetivo de melhorar e agilizar o atendimento da população quanto ao acesso aos programas sociais, a Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social inaugurou, nesta sexta-feira (7), a nova sede do Cadastro Único de Campo Grande (CadÚnico), que contará com 35 servidores que realizarão atividades entre recepção, encaminhamentos para diversas políticas públicas, atualizações e inclusões cadastrais, consulta de situação do Bolsa Família e emissão de carteira intermunicipal para a região central.

O prefeito Marquinhos Trad, a vice-prefeita Adriane Lopes, o secretário municipal de Assistência Social, José Mário Antunes da Silva, secretária-adjunta, Thelma Fernandes e a superintendente da Proteção Social Básica da SAS, Inês Mongenot e a gerente de gestão do Cadastro Único, Viviane Brandão, participaram da entrega do novo espaço, que foi reformado com recursos do Bolsa Família, destinado pelo Governo Federal.

“Neste espaço serão atendidas pessoas em situação de vulnerabilidade, por isso é fundamental acolher quem vier aqui com carinho. É um local onde as pessoas encontrarão respeito e dignidade”, frisou o prefeito Marquinhos Trad.

A vice-prefeita ressaltou o empenho da equipe da SAS e o apoio da gestão durante o processo de criação do espaço. “Agradeço a confiança do prefeito e a liberdade de trabalho dada à nossa equipe. Vamos deixar o legado de uma gestão humanizada, que tem um olhar diferenciado para o cidadão e são vocês que estão na linha de frente que nos impulsionam a buscar o melhor para as pessoas”, pontuou Adriane Lopes.

O secretário José Mário disse que a central do Cadastro Único é uma conquista também para o servidor. “É a realização de um sonho porque os servidores também poderão atender os usuários em um local adequado, com toda acessibilidade ajudando, inclusive, a desafogar os Cras, que também realizam esse serviço”, afirmou.

O espaço

A Central do CadÚnico conta com uma moderna rede de internet, acessibilidade, comodidade e melhorias na estrutura física para um melhor atendimento à população. O espaço funciona na SAS e foi reformado por meio de parceria com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços (Sidep). Já o sistema informatizado de distribuição de senhas é o mesmo utilizado pelos demais serviços da prefeitura de atendimento ao público e foi implantado pela Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação (Agetec).

A nova sede irá garantir maior agilidade aos servidores da Proteção Social Básica que executam a gestão do CadÚnico e Bolsa Família, prestando suporte às 26 unidades do município. Também foi reformado um auditório com capacidade para 60 pessoas, mas que devido às normas de biossegurança, será utilizado apenas com metade da capacidade para capacitações e reuniões da equipe da Central.

No local também será possível emitir a Carteira Interestadual para Pessoas com Deficiências e Idosos, carteira de identificação da pessoa com deficiência, além do atendimento às famílias com o benefício do Auxílio Funeral para toda Campo Grande.

Em cumprimento às medidas de biossegurança, a sede do Cadastro Único poderá realizar até 96 atendimentos por dia, totalizando uma média de dois mil atendimentos mensais.

A nova sede está localizada na Rua dos Barbosas, 321, bairro Amambaí e irá atender ao público das 7h30 às 13h30, em obediência ao Decreto Municipal n. 14.721, de 29 de abril de 2021, que prorroga até 31 de maio de 2021, a jornada especial e temporária de trabalho nas repartições públicas do Município.

O que é

O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal é um instrumento de identificação e caracterização socioeconômica das famílias brasileiras de baixa renda, que pode ser utilizado para diversas políticas e programas sociais voltados a este público.

É uma importante ferramenta para a articulação da rede de promoção e proteção social e também um mecanismo fundamental para a integração das iniciativas de diversas áreas e em todos os âmbitos da federação que visam promover a inclusão social.

No momento existem 133.067 famílias inseridas no CadÚnico, na Capital, sendo 32.636 beneficiárias do Programa Bolsa Família. Além disso, mais de 50 mil usufruem do desconto na tarifa de energia elétrica e quase 30 mil são beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada, entre outros serviços e benefícios.