Com 70% da verba, 13º dos servidores de Campo Grande deve ser pago em dia, diz secretário

Folha salarial abrange quase 25 mil funcionários públicos na Capital

Pedro Pedrossian Neto, secretário de Finanças, durante prestação de contas na Casa de Leis. (Reprodução/Live Câmara Municipal de Campo Grande).

Durante prestação de contas da Prefeitura de Campo Grande, o secretário de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, afirmou que o caixa municipal tem 70% do total para bancar a folha de pagamento do 13º salário. Com essa projeção, a expectativa é pagar a remuneração em parcela única, em 20 de dezembro.

O titular explicou, ainda, que o desafio é a folha de novembro, quando cai o salário de outubro. Naquele mês, o auxílio aprovado pelo Congresso Federal já terá sido usado. “Significa que temos que buscar. Não vejo dificuldade para pagar a folha, mas é possível que isso atrapalhe a provisão antecipada do 13º”.

Entre números apresentados aos vereadores, o secretário afirma que, “a despeito de tudo”, Campo Grande sobrevive financeiramente em 2020. A audiência é feita a cada quadrimestre e serve para detalhamento das contas, receitas e transferências recebidas pelo município. “Tivermos dissabores, momentos de muita tensão, mas conseguimos chegar até aqui”.

Em 23 de setembro, o secretário já havia afirmado que o 13º salário dos servidores deveria ser pago em dia.