COM 6 MIL PESSOAS VACINADAS, CAMPO GRANDE É RESPONSÁVEL PELA APLICAÇÃO DE 42% DE TODAS AS TERCEIRAS DOSES DO PAÍS

Desde o dia 26 de agosto, início da aplicação da terceira dose na Capital, mais de 6 mil pessoas foram vacinadas com a dose de reforço. O número é equivalente a 42% de todas as terceiras doses aplicadas no País.  Campo Grande foi o primeiro município de Mato Grosso do Sul e um dos primeiros do País a iniciar a aplicação da dose de reforço.

De acordo com dados divulgados nesta terça-feira, dia 07 de setembro, pelo consórcio de veículos de imprensa, até o momento, foram aplicadas 14.279 doses de reforço no País.  Na Capital,  6.089 pessoas já receberam a terceira dose, segundo dados do “Vacinômetro”, o que representa 42.64% do total de pessoas vacinadas com a dose de reforço em todo o Brasil.

Os índices de cobertura vacinal da primeira dose, segunda ou dose única da Capital também são superiores a média nacional. Em todo o Brasil, 63.48% da população recebeu a primeira dose, aproximadamente 132,4 milhões pessoas, enquanto que em Campo Grande 68.63% de todos os habitantes foram vacinados.

Em relação a segunda dose o percentual é ainda maior. Conforme o levantamento nacional, aproximadamente 67,9 milhões de brasileiros receberam a segunda dose ou a dose única, o que representa 31.84% da população. Na Capital, 446.757 pessoas estão completamente imunizadas, ou seja, receberam a segunda dose ou dose única, o equivalente a 49.31% de toda a população campo-grandense.

Estratégia

Na última semana, a Capital iniciou uma força-tarefa para vacinar cerca de 2 mil idosos que vivem em asilos e acamados com a dose de reforço. Além do trabalho de busca ativa, o Município mantém aberta a vacinação para o público que se enquadra dentro dos critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, como idosos em geral e imunossuprimidos, seguindo calendário da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau).

A Capital mantém mais de 50 pontos de vacinação abertos, entre unidades de saúde, drives e polos e tem realizado de forma periódica ações itinerantes para facilitar o acesso da população à vacina e, consequentemente, ampliar a cobertura vacinal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui