Com 50 Funcionários, Prefeitura atende em média 800 Contribuintes por dia

Com uma média diária de 800 atendimentos, cerca de 6 mil pessoas fizeram a renegociação do Refis  com a Prefeitura de Campo Grande. O atendimento começou no dia primeiro julho. O programa oferece desconto de 90% da atualização monetária, dos juros de mora incidentes sobre o valor do crédito tributário e multa, quando houver, no caso de pagamento à vista.

Para o parcelamento em até seis meses, a remissão chega a 75%. Já para quem dividir os débitos em 12 vezes, o desconto será de 30%.

Publicidade

O PPI oferece vantagens e descontos para dividas de menor e maior valor. Na situação da dona Amélia Maria,  a dívida de R$ 437,52 foi parcelada em 6 vezes de R$ 72,93. “Esta é uma oportunidade para a gente ter o desconto e ficar e dia com a Prefeitura”, comenta Amélia.

Já o contribuinte Nélson Ávila conseguiu quitar uma dívida ajuizada e estipulada em R$ 19 mil. Com os descontos, a dívida caiu para R$ 5 mil. “Comprei o imóvel sabendo da dívida e com este Refis tive a oportunidade de quitar o débito e regularizar o imóvel”. O IPTU vou quitar mensalmente, disse Nélson, satisfeito com a renegociação.

A chefe de Divisão de Arrecadação da Sefin, Djanira Magalhães, reforça a vantagem de quitar as dívidas atrasadas e obter os descontos.

“Nós temos 50 atendentes e neste começo de renegociação vale a pena comparecer à Central e Atendimento, aqui da Arthur Jorge, 500. As pessoas são atendidas em menos de 10 minutos”, reforça Djanira.

De acordo com o secretário Municipal de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, o Refis abrange todos os tributos administrados pela Prefeitura Municipal de Campo Grande e pode ser o ISS, ITBI, Taxas Públicas, mas principalmente o IPTU.

“A Prefeitura de Campo Grande têm hoje mais de 195 mil contribuintes com algum tipo de atraso e esta dívida chega num montante de, aproximadamente, R$ 2,2 bilhões em parcelas em aberto. Isso vai desde débitos ajuizados pela Procuradoria Geral do Municipal e também débitos não ajuizados. Sabemos da crise que esta acontecendo nos País e em Campo Grande. Assim, nós estendemos a mão aos contribuintes para eles parcelarem seus débitos”, diz Pedrossian Neto.

Pedrossian ressalta que uma carta com boleto foi enviada aos contribuintes com débitos.

“Este boleto poderá ser pago diretamente nas agências credenciadas. Ou, quem preferir, pode ir até a Central de Atendimento do Cidadão, localizada na Rua Arthur Jorge, para verificar os débitos, parcelar e quitar no banco disponível no mesmo local do atendimento”, completa Pedrossian Neto.

O PPI termina no dia 12 de agosto de 2019. Conhecido como Refis, é mais uma oportunidade para os contribuintes quitarem suas dividas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui