Cidade de Portugal distribui vales para população descontar no comércio de rua

Ao mesmo tempo em que Portugal começa a aliviar as restrições de combate à Covid-19, a prefeitura do Porto incentiva a retomada econômica numa cidade ainda sem muitos turistas.

Esta semana, o município começou a enviar por correio três vales no valor de € 5 (R$ 29,91) cada um. O montante total de € 15 (R$ 89,72) por pessoa é destinado a descontos em compras no comércio de rua.

Durante o período crítico da pandemia de coronavírus, comerciantes de lojas, bares, restaurantes e cafés de rua foram bastante afetados em Portugal e muitos fecharam as portas, mesmo com auxílio econômico do governo. Sem clientes, perspectiva de melhora imediata e massacrados pelo avanço do comércio digital, pontos tradicionais desapareceram da noite para o dia.

“O programa pretende contribuir para a dinamização do comércio de rua, atenuando os prejuízos decorrentes da crise econômica motivada pela pandemia”, informou a prefeitura em seu site.

Enquanto a retomada não é total para os sobreviventes, a medida pode ajudar a impulsionar o caixa sem afetar tanto o bolso da população. Funciona da seguinte maneira: a partir de € 10 (R$ 59,82) gastos, o consumidor apresenta o vale de desconto e paga metade. E a medida é cumulativa. Ou seja, é possível fazer uma compra de € 30 (R$ 179) e pagar no final uma conta de €15 com os três vales.

Cerca de 23 mil envelopes estão em distribuição. Até o fim do programa, o investimento será de € 500 mil (R$ 2,9 milhões), divididos em 100 mil vales.

Batizado de Programa de Incentivo à Atividade Comercial, o programa começa na próxima segunda-feira, dia 14, quando o dia dos namorados é comemorado na Europa em celebração a São Valentim.

A prefeitura espera boa adesão dos restaurantes. Se um casal gastar € 60, o que significa um bom jantar, paga só a metade se ambos tiverem vales. Mas é possível beber uns copos, como dizem os locais, e comer bem no Porto por muito menos.

Além de restaurantes, estão incluídos cafés, cabeleireiros e outras atividades de comércio tradicional com lojas de até 250 metros quadrados.

Quem não quiser aproveitar os vales logo na segunda-feira, terá até o dia 10 de abril. Para recebê-los, é preciso ter um Cartão Porto, que é gratuito e dá uma série de benefícios, ou fazer um até dia 14.

FontePortugal Giro/ Por Gian Amato