Bonito sedia 35º Congresso Brasileiro de Espeleologia, a ciência que estuda cavernas

A cidade de Bonito sedia, entre os dias 19 e 22 de junho, o 35º Congresso Brasileiro de Espeleologia (35º CBE), o ramo da ciência que estuda as cavernas e outras formações geológicas do gênero. O evento acontecerá no Centro de Convenções de Bonito e terá como tema: “Carste, cavernas e água para os próximos 50 anos” e deve atrair estudiosos de cavernas de todo o país e também de nações vizinhas, bem como palestrantes de renome nacional.

Serão apresentados os avanços em pesquisas, explorações, gestão e ações de conservação relacionadas ao rico patrimônio espeleológico do Brasil; palestras, mesas redondas, trabalhos de pesquisa, encontros técnicos, mini-cursos e saídas de campo.

Concomitantemente acontece, no mesmo local, o 3° Congresso Ibero-Americano de Cavernas Turísticas, coordenado pela Associação de Cavernas Turísticas Ibero-Americana (ACTIBA), durante os dias 19 a 21 de junho. O evento tem como objetivo promover o intercâmbio de conhecimentos e a interação entre os diversos atores relacionados ao patrimônio espeleológico, visando sempre a compatibilização entre desenvolvimento social, crescimento econômico e preservação do meio ambiente.

O evento tem apoio do governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro). O secretário Jaime Verruck salientou que a Fundação de Turismo (Fundtur), órgão vinculado à Semagro, tem apoiado a captação e realização de eventos em Bonito no intuito de aumentar o fluxo turístico em parceria com o setor empresarial, o que consolida o município – que já é referência em ecoturismo – também como destino de eventos.

Na programação os técnicos da Fundação de Turismo e do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), órgão também vinculado à Semagro, conduzirão duas mesas redondas com os temas: “O Licenciamento Ambiental no Contexto da Serra da Bodoquena: singularidades e lacunas deste contexto”; e “Sustentabilidade Socioeconômica do Turismo em Cavernas e Rios da Serra da Bodoquena, com apresentação de casos concretos”.

A Sociedade Brasileira de Espeleologia comemora 50 anos em 2019 e pretende realizar o Congresso com a estimativa de reunir 600 participantes, além de também contar com a inscrição dos guias de turismo de Bonito e região.