Bolsonaro sobre indicação no STF: ‘Será terrivelmente evangélico’

O presidente Jair Bolsonaro - Foto: Isac Nóbrega/Planalto

Em culto na Câmara dos Deputados promovido pela Frente Parlamentar Evangélica, o presidente Jair Bolsonaro declarou nesta quarta-feira que indicará um ministro do Supremo Tribunal Federal que “seja terrivelmente evangélico”, parodiando a expressão dita pela ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves.

“O estado é laico, mas nós somos cristãos. Ou, para plagiar a minha querida Damares, nós somos terrivelmente cristãos. E esse espírito deve estar presente em todos os poderes. Por isso, o meu compromisso: poderei indicar dois ministros para o Supremo Tribunal Federal. Um deles será terrivelmente evangélico”, afirmou o presidente.

Publicidade

A indicação de um jurista evangélico na mais alta corte judiciária do país é um dos principais pleitos da bancada evangélica, que se diz desprestigiado por não ter nenhum seguidor da religião entre os onze ministros do STF.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui