Atlético-MG tem 94% de chance de título; risco de queda do Grêmio é de 58% e do Santos de 45%

O Atlético-MG caminha bem para para conquistar o título da Série A 2021 por antecedência. Com a vitória por 2 a 1 sobre o Cuiabá e a derrota do Flamengo para o Fluminense, o Galo chega ao fim da 28ª rodada com 94% de chances de levantar a taça. Do outro lado, Grêmio e Santos têm 58% e 45% de risco de queda, respectivamente.

Os rivais têm números modestos, faltando dez rodadas para o fim da competição. Na 4ª colocação e com dois jogos a menos em relação ao time mineiro, o Fla aparece com 4%. O Palmeiras, 2º, e o Fortaleza, 3º, têm 1%. As projeções são do site Infobola, do matemático Tristão Garcia.

Hulk e Jair comemoram gol em partida contra o Cuiabá — Foto: Pedro Souza/Atlético-MG

Hulk e Jair comemoram gol em partida contra o Cuiabá — Foto: Pedro Souza/Atlético-MG

Lá na parte de baixo da tabela, a Chapecoense está virtualmente rebaixada. Com apenas uma vitória e 13 pontos em 28 partidas, o time tem 99% de risco de cair.

O Sport, derrotado nesta segunda pelo Palmeiras por 2 a 1, apresenta 70% de risco. E além dos já citados Grêmio e Santos, outro com alta probabilidade de queda é o Juventude, com 62%.

Chances de título

 

  • Atlético-MG – 94%
  • Flamengo – 4%
  • Fortaleza – 1%
  • Palmeiras – 1%

 

Riscos de rebaixamento

 

  • Chapecoense – 99%
  • Sport – 70%
  • Juventude – 62%
  • Grêmio – 58%
  • Santos – 45%
  • Ceará – 20%
  • Bahia – 18%
  • São Paulo – 8%
  • Cuiabá – 7%
  • Athletico – 6%
  • América-MG – 5%
  • Atlético-GO – 1%
  • Fluminense – 1%

 

Chances de G-4

 

  • Atlético-MG – 99%
  • Flamengo – 88%
  • Palmeiras – 78%
  • Fortaleza – 72%
  • Bragantino – 40%
  • Corinthians – 9%
  • Internacional – 7%
  • Fluminense – 5%
  • Atlético-GO – 2%