Argentina adia eleições legislativas por causa do avanço da Covid-19

O governo da Argentina anunciou, em acordo com os partidos da oposição, o adiamento por cinco semanas das eleições legislativas que estavam marcadas para outubro, por causa da Covid-19, informou o Ministério do Interior nesta sexta-feira. A decisão também vale para as primárias partidárias, agendadas a princípio para agosto.

No pleito, a coalizão de centro-esquerda Frente de Todos, que apoia o presidente Alberto Fernández, está tentando defender a maioria no Senado e sua forte posição na Câmara, na qual é o maior bloco.

“Conseguimos chegar a um acordo com os diferentes blocos [legislativos] para adiar as eleições deste ano, colocando a saúde e a vida das pessoas em primeiro lugar”, disse o ministro do Interior, Enrique de Pedro, em um comunicado.