Vereador Ayrton Araújo participa de reunião na Câmara Municipal sobre as novas medidas do Combate ao Covid 19

Para conter o avanço da pandemia do novo Coronavírus, os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande vão restringir ainda mais, nas próximas duas semanas, o acesso do público à Casa de Leis. Em reunião na manhã desta sexta-feira (12), os parlamentares decidiram suspender o atendimento presencial às segundas, quartas e sextas.

“Não poderíamos fazer um ato desses sem ouvir todos os vereadores. Temos que fazer nossa parte, manter somente o essencial de maneira presencial para dar condições ao Executivo trabalhar”, disse o presidente da Câmara, vereador Carlão.

Somente as sessões seguem presencialmente, às terças e quintas, mas com acesso fechado ao público – elas podem ser acompanhadas pela população por meio das redes sociais da Casa de Leis. A Palavra Livre ainda será suprimida da sessão como forma de agilizar os trabalhos em plenário.

Nesses dias, cada vereador deverá manter, no máximo, dois assessores para auxiliar nos trabalhos legislativos. No restante da semana, todos devem trabalhar em home office.

As lives de quarta-feira, que devem começar na próxima semana, serão mantidas, mas também com equipe reduzida e respeitando as regras de biossegurança.

Avanço da Covid – Boletim mais recente divulgado pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) mostra que a pandemia tem avançado rapidamente em Campo Grande. Até esta quinta-feira, foram quase 78 mil casos confirmados, com 1.552 mortes causadas pela doença.

Esta semana, conforme ato da Mesa Diretora, por orientação da Comissão de Saúde, o atendimento ao público foi limitado a três pessoas por gabinete ou setor administrativo, permanecendo as determinações de não aglomeração, distanciamento social e uso obrigatório de máscaras.