Após ver página ‘bombar’ no Facebook paciente se diz ameaçada por médicos

Queriam comprar o perfil por R$ 40 mil

Após criar uma página no Facebook sobre cirurgias plásticas para ajudar pessoas a encontrar o melhor especialista e para quem teve um procedimento malsucedido, uma mulher de 29 anos, passou a ser ameaçada de morte por dois médicos.

Na delegacia, ela disse que criou a página com a intenção de ajudar quem quer fazer uma cirurgia plástica e também que teve um procedimento malsucedido, no levantamento de dinheiro para quem não pode pagar fazer a correção.

Dois médicos, cirurgiões plásticos, entraram em contato com a vítima oferecendo o valor de R$ 40 mil para comprar o perfil, mas ela se recusou e permitiu que criassem perfis falsos se passando por pacientes para indicar o trabalho deles como médicos.

Mas, ao passarem a pressionar a vítima ela acabou removendo os perfis falsos dos médicos quando passaram a ameaça-la de morte. Um dos profissionais teria dito que contrataria uma pessoa no Paraguai para matar quem ele quisesse. O caso foi registrado como ameaça.