Após quase morrer em chamas na F1, Grosjean tenta apagar incêndio na Indy

Romain Grosjean pode, sem quaisquer dúvidas, ser considerado um piloto destemido. Após quase morrer em acidente com fogo no GP do Bahrein de 2020 há pouco mais de seis meses, na F1, o francês quis apagar sozinho um princípio de incêndio no seu carro na Indy, neste domingo, no GP de Detroit.

Grosjean tenta apagar incêndio na Indy — Foto: Reprodução Indycar

Grosjean tenta apagar incêndio na Indy — Foto: Reprodução Indycar

Grosjean parou o carro no canto da pista com as chamas ainda pequenas nos freios dianteiros. Em seguida, o piloto saiu do veículo e, em vez de abandonar o local, correu até o muro de proteção para pegar um extintor a fim de apagar as chamas. Porém, antes que pudesse concluir o serviço, os bombeiros profissionais da categoria o impediram.

Depois do incidente, o francês ainda fez piada nas redes sociais ao “se identificar” como membro do corpo de bombeiros de Detroit e com a hashtag “rir para não chorar”.
Romain Grosjean fatura 1º pódio na Indy no GP de Indianápolis

Por causa do acidente no GP do Bahrein, Grosjean não pôde se despedir da Fórmula 1 no ano passado. No entento, o piloto ganhou a oportunidade de testar a Mercedes em junho.
Por Redação ge — Detroit, EUA