AMPLIAÇÃO DO ACESSO E MELHORIA NA QUALIDADE DA ASSISTÊNCIA À POPULAÇÃO SÃO FRUTOS DE PROJETO QUE PERPETUARÁ LEGADOS

Campo Grande ampliou significativamente o acesso aos serviços de saúde ofertados à população com a ampliação da cobertura de estratégia de saúde da família.  Somente no ano passado, houve um incremento de 8%, passando de 56,79% para 63,92%, o que foi possível graças à implantação do Laboratório de Inovação na Atenção Primária a Saúde (INOVAAPS). Recentemente a iniciativa ganhou as páginas de revistas reconhecidas internacionalmente no meio científico e acadêmico como exemplo de boas práticas.

O secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho, comenta que o projeto contribuiu para impulsionar as ações desenvolvidas pela gestão, que vão desde o investimento na formação e qualificação de novos profissionais por meios dos programas de residências, até a reestruturação do sistema de saúde de uma forma em geral.

“Os números mostram esse avanço significativo que tivemos e reflete diretamente na melhoria da qualidade da assistência prestada à população campo-grandense”, diz o secretário.

O avanço conquistado na atenção primária fez com que Campo Grande saltasse da última para a oitava posição entre as capitais com melhor cobertura de estratégia de saúde da família do País.

Antes do INOVAAPS, o Município contava com 147 equipes de saúde da família (ESF) e 143 de saúde bucal (SB). Com a implementação do laboratório, foram criadas 32 novas equipes, sendo 19 de saúde da família (ESF) e 13 de saúde bucal (SB). Com isso, a Capital passou a contar com 166 equipes (ESF) e 157 equipes (SB).

Outro ponto que também teve um resultado positivo, são os Núcleos de Ampliados de Saúde da Família (NASF), que hoje têm uma cobertura de 87,57%, atuando em 46 unidades de saúde da Capital.

Os incrementos na atenção primária se dão pelas residências médicas e multidisciplinares que também estão inclusas no INOVAAPS. São, ao todo, 70 profissionais médicos atuando no projeto como residentes em medicina da família e comunidade e outros 121 de diversas áreas que trabalham em saúde da família.

Formação

De forma promissora e inédita, a Capital realizou a maior residência multiprofissional do País e se projetou em âmbito nacional como referência na formação voltada especificamente à Atenção Primária, considerada o pilar da assistência em saúde.

Desde então, Campo Grande tem sido referência como detentora dos maiores processos de formação profissional na área de saúde do Brasil.

INOVAAPS

O objetivo do projeto, realizado em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), é apoiar as ações e políticas públicas em saúde no Município nas áreas de atenção primária, vigilância e promoção da saúde, através da articulação de saberes e conhecimentos, orientando esta articulação para a identificação, análise e intervenção sobre cenários considerados essenciais para o desenvolvimento institucional.

Reconhecimento

No mês passado,  Campo Grande foi destaque da revista Ciência Saúde Coletiva, considerada referência internacional quando se trata de saúde pública. O INOVAAPS foi tema de edição especial da revista.