AÇÃO COMUNITÁRIA LEVA SERVIÇOS DE UTILIDADE PÚBLICA AOS MORADORES DO JARDIM NOROESTE

A Prefeitura de Campo Grande levou nesta manhã dessa sexta-feira (20), por meio da Secretaria de Articulação Social e Assuntos Comunitários (Suasc), em parceria com a Secretaria de Assistência Social e a Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul, serviços diversos para os moradores do Bairro Jardim Noroeste, por meio do projeto “Suasc no Seu Bairro – Van dos Direitos”. A ação integra o calendários dos 122 anos da Capital.

A ação envolveu aferição de pressão, corte de cabelo, teatro, diversão para as crianças, varal solidário, atualização do NIS, orientação social e jurídica, encaminhamento para o mercado de trabalho, atendimento veterinário, atendimento tarifa social Águas, atendimento Energisa e teste de glicemia.

O prefeito Marquinhos Trad compareceu ao evento e falou da importância da iniciativa como ferramenta facilitadora para a população onde, além de possibilitar que muitas pendências sejam sanadas, leva informações e promove atividades de prevenção e promoção de saúde. “Aqui eles podem verificar a pressão arterial, saber as precauções para evitar a diabetes e tirar suas dúvidas com orientação e assistência jurídica, tudo de forma gratuita”, frisou.

Segundo a Defensora Pública Geral, Patrícia Cozzolino, a ideia de levar esta ação social aos bairros tem uma relação direta com o fato de, geralmente, os locais que oferecem estes serviços estarem localizados na área central de Campo Grande, como é o caso da própria Defensoria Pública. “Estamos certos de que fazendo parte destas ações estamos facilitando e ampliando o acesso das pessoas à justiça”, ressaltou.

Esse é o entendimento de Carlos Henrique Faustino Rosa, presidente da Associação dos moradores do Bairro Noroeste e presidente do Conselho Regional do Prosa. “O acesso ao centro é difícil, então para nós este evento beneficia muito a comunidade e facilita nossa vida”.

Alegria também é o sentimento que move pessoas como a Sebastiana Correa Paz, cabeleireira, que oferece de forma gratuita seus serviços durante ações com esta da SUASC.  Para Sebastiana fazer parte do projeto é poder apoiar pessoas que precisam de um olhar mais acolhedor. “A pessoa que está em busca da secretaria ou de qualquer outro órgão, pode também estar em busca de um amparo. E nada melhor do que cortar um cabelo para levantar a autoestima e quem sabe já sair daqui até com um emprego garantido”, em tom contagiante declara a cabeleireira.