Aberta nova etapa da campanha de vacinação contra a gripe

O secretário de Estado de Saúde Geraldo Resende realizou, na manhã desta segunda-feira (22.4), a abertura da segunda etapa da campanha de vacinação contra a Influenza, popularmente conhecida como gripe. Antes de autorizar a vacinação aos servidores do Hemosul, o secretário alertou a todas as pessoas pertencentes aos grupos que compõem o público alvo a procurarem os postos para receberem a dose da vacina até o dia 31 de maio.

Na primeira etapa, o público alvo foram gestantes e crianças com idade entre seis meses e menos de cinco anos. A segunda fase incorpora trabalhadores da área da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas,funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

“Precisamos retomar a qualidade das campanhas de vacinação no Brasil, que infelizmente sofreram revezes nos últimos anos. Tivemos, em outras regiões do país, episódios de surtos de doenças que já tinham sido controladas, mas infelizmente voltaram à cena com intensidade muito grande. Precisamos fazer novos esforços para que retomemos os patamares de imunização que atingimos há alguns anos”, salientou o secretário.

Números

Segundo dados apresentados pelo Datasus, do Governo Federal, desde o início da campanha de vacinação contra a Influenza, que ocorreu no dia 10 de abril no país, Mato Grosso do Sul vacinou 18.565 pessoas, o que corresponde 2,92% da população alvo – gestantes e crianças com idade entre seis meses e menos de seis anos.

A meta de vacinação para este ano em Mato Grosso do Sul é de atingir 90% das 791.397 pessoas consideradas prioritárias até o dia 31 de maio. O Dia “D”, em que haverá mobilização em todo o Estado com o atendimento nas Unidades Básicas de Saúde, está marcado para 4 de maio.

No ano passado, o Estado atingiu 92,68% de cobertura vacinal, ou seja, foram administradas 573.562 doses de um total de 618.857 a serem aplicadas. Ainda em 2018, entre os públicos alvos, a população acima de 60 anos alcançou cobertura vacinal de 101,46%; a população indígena alcançou 88,73%; puérperas, 102,39’%; trabalhadores em saúde, 97,92%; crianças de seis meses a menores de cinco anos, 84,53%; gestantes, 81,82%; e professores, 125,17%. Entre funcionários do sistema prisional consta um total de 5.215 doses administradas.